Publicado em 13/06/2018 19h43

Mudanças ambientais reduzirão a produção global de vegetais

Nos próximos anos a produtividade média de vegetais e legumes será reduzida em 35% e 9%, respectivamente

Um estudo realizado pela Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres (LSHTM) indica que as mudanças ambientais como aumento de temperatura e redução da quantidade de água podem diminuir drasticamente a quantidade e a qualidade dos legumes e vegetais mais comuns como tomate, alface e feijão. Essa é a primeira pesquisa a analisar sistematicamente os efeitos das mudanças motivadas por fatores como aquecimento global, desmatamento e diminuição da camada de ozônio na produção de alimentos. 

Os pesquisadores estimam que se nenhuma providência for tomada dentro dos próximos anos para reduzir os efeitos negativos das mudanças ambientais a produtividade média de vegetais e legumes em será reduzida em 35% e 9%, respectivamente. Em ambientes mais quentes como o sul da Europa e grandes partes da África e do sul da Ásia, a previsão é de que o aumento da temperatura faça a produção de verduras diminuir 31%. 

Grande parte desses impactos ambientais devem ser sentidos ainda nesse século, principalmente no que se refere a mudanças climáticas, escassez de água e a perda de biodiversidade. De acordo com Pauline Scheelbeek, principal autora do estudo, a pesquisa tem objetivo de preencher uma grande lacuna sobre a falta de evidências sobre o impacto climático na produção dos vegetais, mesmo que hajam várias publicações sobre outras culturas como trigo e soja, por exemplo. 

"As leguminosas são componentes vitais de uma dieta saudável, equilibrada e sustentável e as diretrizes nutricionais consistentemente aconselham as pessoas a incorporarem mais verduras e legumes em sua dieta. Nossa nova análise sugere, no entanto, que este parecer entra em conflito com os possíveis impactos das mudanças ambientais que diminuirão a disponibilidade dessas importantes culturas, a menos que sejam tomadas medidas ", 

A pesquisa, que foi financiada pela pelo Wellcome Trust como parte de seu programa Nosso Planeta, Nossa Saúde, analisou uma série de estudos experimentais publicados desde 1975 que tratam sobre a temática. Dr. Howie Frumkin, Chefe do Nosso Planeta, Nossa Saúde no Wellcome, acredita que a forma de minimizar os efeitos negativos das mudanças ambientais sobre a agricultura é investir em novas tecnologias que aumentem a resistência e a produção dos alimentos. 

Autoria: Leonardo Gottems | Agrolink

  • Link:

Comente essa notícia

Agenda de Eventos
Publicidade

A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2014