Publicado em 10/01/2019 17h54

Veranico prejudicou soja em áreas de MT e GO, diz Conab

Problema é pontual e, no geral, a perspectiva é positiva para a cultura

soja_3

O regime irregular de chuvas prejudicou a produtividade da soja em municípios de Mato Grosso e Goiás. No entanto, o problema é pontual e, no geral, a perspectiva é positiva para a cultura, afirmou o superintendente de Informações do Agronegócio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Cleverton Santana, nesta quinta-feira (10/01), durante a apresentação do 4º levantamento da safra de grãos realizado pela companhia.

"A área (de plantio de soja) continua seguindo tendência de aumento. A produtividade de Goiás e Mato Grosso foi mais afetada por questões hídricas. No Matopiba a cultura vai bem. A expectativa é muito boa nessas regiões", disse Santana, referindo no último caso ao acrônimo para a área compreendida entre Maranhão, Tocantins, Piauí e oeste da Bahia. "A soja está bem espalhada pelo País e, como houve problemas em alguns municípios especificamente, é bom ressaltar que vai bem", disse.

Em relação ao milho, Santana afirmou que no Sul, a colheita da primeira safra deve estar em 5% e que a produção deve ficar acima de 25 milhões de toneladas - em 27,5 milhões de t, segundo o levantamento -, em linha com a produção dos últimos 4 anos.

Segundo ele, não há problemas expressivos para esta produção. Sobre as culturas de inverno, ele afirmou que a finalização da colheita em dezembro trouxe números melhores do que de anos anteriores. Santana ressaltou também que as perspectivas climáticas para os próximos meses são positivas e que o regime de chuvas, nas principais regiões produtoras do País, deve ser perto ou acima da média histórica.

Autoria: Estadão Conteúdo

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade

A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2014