Publicado em 06/11/2019 12h08

Plantio da soja supera média de 5 anos mas segue abaixo de safra passada em Mato Grosso

Na região Sudeste (1,9 milhão de hectares) o avanço até a última semana foi de 79,3%

A semeadura da soja da safra 2019/2020 supera a média histórica de cinco anos mas ainda está abaixo da média registrada no ano passado em Mato Grosso. Conforme divulgado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), na sexta-feira (1), o plantio chegou a 81,6% da área prevista no Estado. No mesmo período da safra anterior, estava em 88,8%, uma diferença de 7 pontos percentuais. No entanto, a média dos últimos cinco anos para o período é de 67%.

Na atual safra, a região mais perto de finalizar o plantio é a Oeste, que chegou a 93,6% da área prevista de 1 milhão de hectares. Na região Médio-Norte, maior produtora de grãos do Estado, os agricultores plantaram 93,3% de uma área de 3,2 milhões de hectares. No Nortão, os sojicultores semearam 83,6% da área prevista de 407 mil hectares.

Na região Sudeste (1,9 milhão de hectares) o avanço até a última semana foi de 79,3%. Nas regiões Centro-Sul e Noroeste, os produtores semearam 78% das áreas de 739 mil e 658 mil hectares, respectivamente. A região Nordeste segue como a mais atrasada no plantio, registrando avanço de 56% de uma área de 1,6 milhão de hectares.

Na última semana, o Imea divulgou que, apesar do atraso na abertura da semeadura, “os avanços dos trabalhos de campo no mês de outubro foram significativos”. O instituto acredita que, “se as condições climáticas continuarem favoráveis, a expectativa é de encerrar a semeadura de forma semelhante à série histórica”.

A entidade também previu que, no final do mês de janeiro, 3,81 milhões de hectares estarão disponíveis para a colheita, o que representa 38,97% da área total estimada. Ainda segundo a projeção, na última semana de fevereiro, 96,08% da área estará disponível para colheita. “A consolidação destas projeções é condicionada pelas condições climáticas, sendo que, o excesso de chuvas no mês de fevereiro pode prejudicar a finalização da colheita”, explicou o Imea, no último boletim.

Na previsão do instituto, Mato Grosso deve plantar, na atual safra, 9,7 milhões de hectares e produzir 33 milhões de toneladas de soja.

Autoria: Só notícias

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade

A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2014