Publicado em 07/02/2020 18h27

Estimativa da safra dos Cafés do Brasil em 2020 prevê que de cada quatro sacas três serão da espécie arábica e uma de conilon

Produção de café atingirá entre 57,2 milhões e 62,02 milhões de sacas

A primeira estimativa da safra dos Cafés do Brasil para o ano de 2020 estabelece que a produção total dos cafés arábica e conilon deverá ocorrer num intervalo de 57,2 milhões a 62,02 milhões, números que possibilitam calcular uma média aproximada do volume físico de 60 milhões de sacas de 60kg a serem colhidas nesse ano. A área também estimada para essa produção contempla 1,88 milhão de hectares, que representam um crescimento de 4% em relação à área da safra anterior, e produtividade média de 32 sacas por hectare.

Exclusivamente em relação à safra do café da espécie arábica, a produção estimada compreende o intervalo de 43,2 milhões a 45,98 milhões de sacas, o que dá uma média aproximada de 45 milhões de sacas, as quais equivalem a 75% da produção total estimada. Quanto ao café da espécie conilon, a produção calculada ficou entre 13,95 milhões e 16,04 milhões de sacas, representando assim uma média do volume produzido total perto de 15 milhões de sacas de 60kg, que correspondem a 25% do total a ser colhido. Com base nesses números estimados, pode-se inferir que nesta safra dos Cafés do Brasil de 2020, proporcionalmente, de cada quatro sacas a serem colhidas três serão da espécie arábica e uma de conilon.

Registre-se que os números, dados e informações constam do Acompanhamento da Safra Brasileira Café – Primeiro Levantamento – Janeiro 2020, da Companhia Nacional de Abastecimento – Conab, o qual está disponível na íntegra no Observatório do Café, do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café.

Autoria: Assessoria de Imprensa

  • Link:

Comente essa notícia

Agenda de Eventos
Publicidade

A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2019.