Publicado em 31/07/2020 19h15

Nevasca e gafanhotos levam Argentina a declarar emergência agrícola

Medida tem como objetivo auxiliar agricultores das províncias de Rio Negro, Neuquén e Chubut

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Pesca da Argentina decretou estado de emergência agrícola no país após forte nevasca nas províncias de Rio Negro, Neuquén e Chubut, onde produtores enfrentam, além da neve, uma praga de tucura, também chamados de "gafanhotos crioulos".

Segundo o governo argentino, a partir desta sexta-feira (31/7) começa a funcionar o projeto coordenado de assistência rápida, para acelerar prazos dos procedimentos de declaração e não atrasar os auxílios destinados a produtores das fazendas de gado de Rio Negro, além dos agricultores que produzem cebola, abóbora, milho, batata, quinoa, sorgo, e vegetais.

Produtores de vinho, frutas secas, videiras e outras culturas também receberão benefícios pelo prazo de um ano a partir da assinatura do decreto.

No caso de Neuquén, foi recomendado declarar emergência e/ou desastre agrícola para fazendas de gado e agricultura familiar, afetadas pelo excesso de neve. Em relação a Chubut, os decretos protegem os pequenos produtores e povos indígenas da peste tucura.

Autoria: Estadão Conteúdo

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade

A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2019.