Publicado em 03/08/2020 20h11

Apesar da Covid-19, Brasil aumentou exportações de carnes bovina e suína em julho

Por outro lado, volume embarcado de frango recuou 9,2% no mês passado

45706b96-6d3e-4ba0-8c32-c2793c1a2b2e

A receita e a quantidade obtidas com exportações de carnes bovina e suína em julho cresceram em relação a julho do ano passado. Já a carne de frango teve retração, conforme dados divulgados nesta segunda-feira (3/8) pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia.

Os embarques externos de carne bovina fresca, refrigerada ou congelada somaram 169,24 mil toneladas em julho deste ano, 27,7% acima das 133,19 mil toneladas de igual mês do ano passado. 

A receita totalizou US$ 690,74 milhões no mês passado, alta de 30,19% sobre os US$ 530,58 milhões de igual mês de 2019. O preço médio da carne bovina na exportação alcançou US$ 4.081,30/tonelada, ante US$ 3.983,60/t de julho do ano passado, valor 2,45% maior.

As exportações de carne suína fresca, refrigerada ou congelada também cresceram em julho deste ano em relação a igual período do ano passado. Somaram 90,22 mil toneladas, um salto de 46,75% sobre as 61,48 mil toneladas de julho de 2019.

As vendas externas do produto geraram um faturamento de US$ 191,56 milhões no mês passado, ante US$ 140,73 milhões em igual mês de 2019, aumento de 36,12%. O preço médio variou negativamente, saindo US$ 2.288,90/tonelada (julho/2019) para US$ 2.123,30/tonelada (julho/2020), queda de 7,23%.

A carne de frango, por sua vez, teve desempenho inferior no comparativo. Os embarques brasileiros em julho totalizaram 337,48 mil toneladas, recuo de 9,23% na comparação com as 371,8 mil toneladas de igual mês de 2019.

A receita com as exportações de frango somou US$ 446,87 milhões, um recuo de 28,9% em relação a julho de 2019, quando havia alcançado US$ 628,49 milhões. O valor médio de venda foi de US$ 1.324,20 por tonelada, um recuo de 21,6% ante os US$ 1.690,40 de um ano antes, o que explica, além da queda no volume embarcado, o recuo no faturamento.

Autoria: Estadão Conteúdo

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade

A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2019.