Publicado em 13/02/2015 14h45

Suíno/Cepea: Maior demanda limita desvalorizações

As cotações do suíno vivo e da carne têm apresentado quedas menos intensas se comparadas às das semanas anteriores. Em algumas regiões, os preços chegam a sinalizar até mesmo reação. Segundo pesquisadores do Cepea, esse movimento começou a ser observado especificamente no início desta semana e se deve a um incremento no consumo. Esse quadro foi favorecido pela volta às aulas e pelo período de início de mês (recebimento de salários), além da menor oferta de animais para abate.

man

Os baixos preços dos cortes suínos também contribuíram para elevar a demanda pela proteína. Além disso, as recentes valorizações da carne de frango e os altos patamares da bovina favorecem uma possível migração do consumidor à suína. No mercado de animal vivo, colaboradores do Cepea relatam que a oferta de terminados não é grande. Ainda de acordo com agentes, com a melhora relativa da demanda, o mercado pode se ajustar sem grandes dificuldades, limitando as quedas do vivo. Em algumas praças, os valores já se estabilizaram. 

Autoria: Cepea/Esalq

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade

A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2019.