Publicado em 11/02/2024 14h51

ApexBrasil busca aumentar produção de fertilizantes

A iniciativa visou proporcionar uma compreensão mais aprofundada do ambiente de negócios.
Por: Leonardo Gottems

Imagem de Samuel Faber por Pixabay

O Brasil, sendo o quarto maior produtor global de alimentos, enfrenta vulnerabilidade devido à dependência da importação de fertilizantes. Para fortalecer a autonomia agrícola, a ApexBrasil participou da conferência Argus Latinoamerica Fertilizer 2024 em Miami, com o objetivo de atrair investimentos estrangeiros para impulsionar a produção nacional de fertilizantes, em conformidade com o Plano Nacional de Fertilizantes.

A iniciativa visou proporcionar uma compreensão mais aprofundada do ambiente de negócios e regulatório no Brasil, permitindo que os potenciais investidores reduzissem os riscos associados ao investimento. "O trabalho conjunto proporciona, em um só espaço do Brasil no evento, no modelo de one stop shop, todos os principais atores e informações necessárias para facilitar e acelerar a tomada de decisão de investimentos consciente”, explicou  coordenador de Investimentos da Agência, Carlos Padilla.

 “A discussão em torno do Plano Nacional de Fertilizantes, visando reduzir a dependência do Brasil de fertilizantes importados, reforça a busca por uma produção mais autossuficiente e sustentável. É uma iniciativa fundamental para garantir a competitividade e a sustentabilidade da produção nacional no longo prazo”, ressaltou o secretário-adjunto de Comércio e Relações Internacionais do MAPA, Julio Ramos.

No evento, para destacar a força do agronegócio brasileiro, a ApexBrasil promoveu uma ativação com um espaço barista, servindo 10 quilos de cafés especiais do Brasil. A parceria com a Brazil Specialty Coffee Association (BSCA) permitiu aos participantes degustarem um café especial mineiro, produzido com fertilizantes da Yara, a segunda maior empresa do setor no Brasil.