Publicado em 06/12/2017 18h22

Amapá é reconhecido como área livre de aftosa com vacinação

O Amapá é o último Estado no qual o Ministério da Agricultura chancela esse reconhecimento

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e o governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), assinaram nesta terça-feira, 5, instrução normativa de reconhecimento do Amapá como zona livre de febre aftosa com vacinação. A região Amazônica está atualmente classificada pelo Ministério da Agricultura como de risco médio para febre aftosa. Em nota, o ministério diz que o último registro da doença ocorreu em 2004 no município de Careiro da Várzea, no Amazonas. "O novo status sanitário dos Estados do Amazonas e Pará - reconhecidos na segunda-feira, 4 - e Amapá - reconhecido nesta terça - representa a consolidação do Plano Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA)", diz a Agricultura no comunicado."

O Amapá é o último Estado no qual o Ministério da Agricultura chancela esse reconhecimento; em abril de 2018, o Brasil será reconhecido como país livre de febre aftosa com vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Na sequência já temos um programa em que o Brasil será declarado livre de febre aftosa, sem vacinação", disse Maggi. Segundo ele, os Estados do Norte foram os últimos a entrar no Programa de Erradicação da Febre Aftosa, mas serão os primeiros na atividade de produção. "Isso porque o fluxo de animais segue do Norte para o Centro-Oeste e para o Sul. Não poderá ser ao inverso."

Autoria: Estadão Conteúdo

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade

A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2014