Publicado em 16/04/2021 20h33

Agro superou US$ 11 bilhões de exportação e foi recorde em março

Alta nos preços dos produtos agropecuários no mercado internacional foi determinante para o resultado

`

As exportações do agronegócio brasileiro somaram US$ 11,57 bilhões no mês de março e atingiram um novo recorde mensal, informou, nesta sexta-feira (16/4), o Ministério da Agricultura. De acordo com a pasta, em comunicado, o valor é um recorde mensal, além de ser 9,8% superior ao de março de 2020.

“Um dos motivos que explicam o bom desempenho do agronegócio é o aumento dos preços dos produtos exportados, que registraram alta de 8,7% na comparação com março de 2020. A quantidade vendida ao exterior registrou aumento de 18,3%”, justifica a pasta, em comunicado.

Ainda conforme o Ministério, as exportações de soja em grão tiveram aumento de US$ 1,66 bilhão em valores absolutos. Isso porque o atraso na colheita do grão, por conta de problemas climáticos, concentrou os embarques no mês passado.

Outro destaque foi o setor de carnes, que registou alta de 16,1% nas vendas externas, que totalizaram US$ 1,6 bilhão. A principal carne exportada foi a bovina, com US$ 711 milhões (+11,9%) e recorde de 158 mil toneladas (+7,8%). As exportações de carne suína também bateram recorde, com aumento de 51,2% no volume embarcado, totalizando 108 mil toneladas e uma receita de US$ 260 milhões (+57,4%).

Na carne bovina e suína, pontua a nota do Ministério, a China foi o principal comprador. “O setor de criação animal para produção de carne na China possui histórico de enfermidades nos anos recentes, com destaque para Peste Suína Africana e a gripe aviária de alta patogenicidade, que assolaram e afetam os rebanhos chineses, sendo o principal fator responsável pela expansão das exportações brasileiras de carnes”, avalia a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais.

O comunicado do Ministério da Agricultura destaca ainda os resultados positivos do setor sucroenergético, cujas exportações aumentaram 59,4% em março. O volume de açúcar atingiu recorde de praticamente 2 milhões de toneladas em março de 2021 (+39,6%). Esse recorde de volume, em conjunto com o aumento de 9% no preço médio, gerou US$ 638,96 milhões em exportações (+52,1%).

Autoria: Assessoria de Imprensa

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade
A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2019.