Publicado em 07/06/2021 09h45

Milho futuro tem pouca liquidez na B3

Já a Bolsa de Chicago registrou surpresa nas vendas líquidas dos Estados Unidos

`

O ritmo de negócios foi lento na B3 no encerramento da semana passada, em especulações sobre o ritmo de colheita na safrinha, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Apesar dos principais vencimentos terem fechado em baixa, na análise semana houve alta, o que reflete os relatórios de órgãos estaduais, que em sua  maioria, projetam uma safrinha com poucos avanços e pioras em relação à qualidade das lavouras, como é o caso do Deral (Paraná) e Famasul (Mato Grosso do Sul)”, comenta. 

“Desta forma, os fechamentos do dia apresentaram os seguintes preços: julho a R$ 95,24 (-0,48%); setembro a R$ 97,17 (-0,44%); novembro a R$ 98,20 (-0,28%) e janeiro  a  R$  100,15  (+0,15%).  Com  relação  à  última semana,  os  contratos  acumularam  altas  de  1,41% para  o  julho/21,  de  2,09%  para  o  setembro/21,  de 2,24%  para  o  novembro/21  e  de  1,99%  para  o janeiro/22”, completa. 

Já a Bolsa de Chicago registrou surpresa nas vendas líquidas dos Estados Unidos, com exportações acima de 2,1 milhões de toneladas. “Os atrasos nos dados de vendas líquidas dos EUA definiram o pano de fundo para o dia, mas os futuros do milho já estavam firmes antes de o USDA revelar as vendas da safra anterior melhores do que o esperado para a semana”, indica. 

“No  fechamento,  a  maioria  dos  contratos  registrou  ganhos  de  dois  dígitos  em  meio  a  um  dólar  americano ligeiramente mais fraco, trigo mais firme e futuros de soja marcadamente mais fortes.  Julho  ficou  marginalmente  atrasado,  postando  um  ganho  relativamente  modesto  de  $  0,16/bu  para  chegar  a  $ 6,78/bu,  enquanto  setembro  -  em  comum  com  outros novos  contratos  de  safra  -  somou  mais  de  $  0,20/bu para chegar a $ 6,03/bu e voltou a subir acima do nível de $ 6/bu”, conclui. 

Autoria: Leonardo Gottems

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade
A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2019.