Publicado em 21/07/2021 21h57

China perde apenas para o México na compra de trigo dos EUA

A China importou 3.212.500 toneladas de trigo dos EUA em 2020-21

`

O México continuou sendo o maior mercado para o trigo dos EUA em 2020-21, de acordo com dados de exportação compilados pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Outros importadores arredondando os cinco principais mercados para o trigo dos EUA em 2020-21 incluem, por ordem de volume de importação, China, Filipinas, Japão e República da Coreia. 

O País tem sido o principal importador de trigo dos EUA nos últimos anos, mas a China saltou para o segundo lugar no ano passado, após um 11º lugar na classificação em 2019-20 e um 47º lugar em 2018-19. O México importou 3.459.200 toneladas de trigo dos EUA em 2020-21, garantindo a primeira posição, apesar de suas importações terem caído 6% em relação às 3.670.000 toneladas em 2021-20. O México foi o maior importador de trigo de inverno vermelho duro dos EUA em 2020-21 com 2.234.300 toneladas e o importador número 1 de trigo vermelho de inverno macio com 617.600 toneladas. 

A China importou 3.212.500 toneladas de trigo dos EUA em 2020-21 em comparação com 549.500 toneladas em 2019-20. A China foi o segundo maior comprador de trigo duro vermelho de inverno em 2020-21, com 1.227.900 toneladas. Além disso, a China comprou 744.600 toneladas de trigo duro vermelho primavera em 2020-21, tornando-se o terceiro maior comprador dessa classe de trigo, 179.000 toneladas de trigo vermelho macio de inverno e 1.061.100 toneladas de trigo branco. 

As Filipinas importaram 3.174.700 toneladas de trigo dos EUA em 2020-21, ligeiramente acima das 3.141.900 toneladas em 2019-29. As Filipinas foram o maior comprador de trigo duro vermelho primavera dos EUA em 2020-21, importando 1.856.300 toneladas. As Filipinas têm sido o maior comprador de trigo duro vermelho primavera dos EUA em cada um dos últimos cinco anos, com o Japão em um distante segundo lugar em cada um desses anos.  

Autoria: Leonardo Gottems

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade
A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2019.