Publicado em 13/09/2021 10h48

Dólar deve fechar o ano em R$ 5, diz BTG

Setembro será um mês decisivo para o futuro da cotação no Brasil

`

O Dólar continua em patamares altos frente ao Real e deve fechar 2021 nos R$ 5, projeta a equipe de macroeconomia do BTG Pactual. Pressionam a moeda brasileira as intermináveis crises institucionais, o risco fiscal e a falta de avanço nas reformas propostas pelo governo federal.

Por outro lado, os especialistas apontam que a variação no acumulado do ano ainda é baixa, sendo que o valor da moeda norte-americana ainda se mantém acima entendido como “justo” pelos especialistas. A comprovação disso está, segundo eles, na queda da volatilidade do Real nas últimas semanas – período em que a cotação do Dólar “andou de lado” próxima a R$ 5,20.

Em relatório enviado pelo BTG Pactual a investidores, os analistas afirmam que “a relação entre a volatilidade do Real de um mês e 12 meses está retornando à média histórica”. De acordo com eles, a precificação de risco da economia brasileira nos últimos dias seguiu trajetória semelhante à de seus pares emergentes: “O movimento foi motivado pela melhora nos fundamentos econômicos a partir da aceleração da vacinação e do alívio da aversão ao risco no mercado internacional.” 

Os especialistas em macroeconomia sustentam no documento que setembro será um mês decisivo para o “risco doméstico” brasileiro. Um dos fatores que vão pesar é o calendário eleitoral de 2022, bem como as reformas e outros projetos importantes em análise pelos parlamentares e que precisam ser votados até o final do mês. 

Por fim, o BTG Pactual aponta ainda o encontro do FOMC nos Estados Unidos e a reunião do COPOM no Brasil como eventos de peso no futuro do Dólar no Brasil. “Os economistas esperam que o comitê de política monetária do BC faça um comunicado mais firme no encontro deste mês, em busca de acomodar as expectativas para a inflação de 2022”, concluem.

Autoria: Leonardo Gottems

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade
A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2019.