Publicado em 31/01/2022 12h07

Soja estagnada: preços e negócios parados

Já no Paraná houve valorizações de preços de até R$ 1,00/saca, mas apenas no interior.
Por: Leonardo Gottems

No estado do Rio Grande do Sul, o mercado da soja esteve estagnado do encerramento da semana, com preços e negócios parados, de acordo com informações que foram divulgadas pela TF Agroeconômica. “Os preços da soja marcaram nova subida expressiva alcançando o valor de R$ 181,00 base Panambi, ganho de R$ 1,00 em relação a ontem. No porto permaneceu parado devido a indecisão que permeia o mercado diante da consistente piora das condições”, comenta. 

Em Santa Catarina os preços sobem R$ 1,00/saca. “No  dia  de  hoje  o  mercado  marcou  maior  firmeza, com  pequena  melhora  de  R$  1,00/saca  nos  preços, mas  com  melhora  na  oferta  e  nos  negócios.  Os preços  no  porto  de  São  Francisco  do  Sul  ficaram aproximados em R$ 185,00, mas o dia marcou muita volatilidade.  Houve  negócios  saindo  a  esses  preços no porto e para a RS indústria houve a correção de R$ 185,00 + ICMS, CIF Passo Fundo. Ademais o mercado começa a recuperar o fôlego lentamente, sexta-feira foi melhor do que qualquer outro dia da semana”, completa a consultoria. 

Já no Paraná houve valorizações de preços de até R$ 1,00/saca, mas apenas no interior. “Preços seguem se valorizando, em especial no interior do  PR,  com  todas  as  regiões  subindo  em  igual proporção  no  dia  de  hoje  e  o  porto  parado  sem ofertas. Os preços no porto passaram por um dia sem destaque, mantendo-se a R$ 186,00. No  interior  todas  as  regiões subiram  de  forma  proporcionalmente  igual,  de cascavel  a  Pato  Branco,  excluindo  Ponta  Grossa  que assim  como  o  porto  permaneceu  parado,  as  demais valorizações foram de R$ 1,00/saca”, indica. 

No Mato Grosso do Sul os preços sobem em até 0,6%, com dia mais ameno. “Campo Grande foi capaz de melhorar bastante e subiu em R$ 3,50/saca indo a R$ 170,50. Maracaju  que  esteve  parado  nas  últimas  4  sessões marcou aumento de R$ 1,50/saca indo a R$ 170,50. Chapadão do Sul melhorou consideravelmente em 1,82%, aumento equivalente a R$ 3,00/saca, indo a R$ 168,00. Sidrolândia, por fim, seguiu melhorando  firmemente e marcou subida de 2,10%, equivalente  a  R$  3,50, indo  a  R$ 170,50”, conclui.