Publicado em 19/05/2022 15h29

China foi o maior comprador da soja mato-grossense

Já em relação os quatro maiores demandantes do grão de Mato Grosso este ano, apenas a Holanda (3º) registrou diminuição em 2022 quando comparado a 2021, com queda de 5,35% nos envios.
Por: Aline Merladete | Agrolink

No acumulado de 2022, já foram exportadas 11,97 milhões de toneladas, incremento de 0,35% no comparativo com o mesmo período do ano passado. Os principais comparadores da soja mato-grossense neste 1º quadrimestre foram a China, Espanha, Holanda e Tailândia. Apesar da redução de 22,67%  nos últimos dois meses (março e abril) ante o mesmo período de 2021, a China registrou alta de 4,69% nos envios em 2022, até o momento, totalizando 7,18 milhões de toneladas.

De acordo com os dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), a Espanha e a Tailândia registraram adição de 11,95% e 16,96% no volume importado de soja de Mato Grosso no mesmo comparativo, com total de 862,71 milhões de toneladas e 424,59 milhões de toneladas, respectivamente. Entre os quatro maiores demandantes do grão de Mato Grosso este ano, apenas a Holanda (3º) registrou diminuição em 2022 quando comparado a 2021, com queda de 5,35% nos envios, e soma de 547,89 milhões de toneladas.

Vale lembrar que para esta safra estima-se que o estado exporte 24,26 milhões de toneladas do grão.