Publicidade
Publicado em 15/06/2022 14h18

Safra de soja e milho revisada para cima

Em relação ao milho, a área da 1ª safra foi mantida constante em 4,52 milhões de hectares.
Por: Leonardo Gottems

A AgResource Brasil, filial da empresa norte-americana AgResource Company, revisou as estimativas de produção de soja e de milho para o ciclo 21/22. Nesse cenário, as revisões vêm em linha com a melhor mensuração dos rendimentos de campo de soja e da primeira safra de milho devido ao avanço da colheita e finalização dos trabalhos.

“Para a soja, a produção da safra 21/22 foi elevada praticamente devido a aferição de área plantada no estado de Mato Grosso, o maior estado produtor. Com isso a produção nacional foi indicada em 121,93 milhões de toneladas, elevação de 1,63%, enquanto a área foi indicada maior em 1,35%, atingindo 41,51 milhões de hectares. Nesse sentido, o uso doméstico de soja em 2022 foi elevado para 50,65 milhões de toneladas, enquanto as exportações foram indicadas em 75 milhões de toneladas”, disse a consultoria.

Em relação ao milho, a área da 1ª safra foi mantida constante em 4,52 milhões de hectares, enquanto para a 2ª e 3ª safra foram elevadas para 16,06 milhões de hectares e 670 mil hectares, respectivamente. “A produtividade da primeira safra foi elevada de 87 para 91 sc/ha, o que trouxe a produção de 21,93 para 23,03 milhões de toneladas”, completa.

“No caso da segunda safra, a colheita segue avançando, principalmente em Mato Grosso, e foi indicada em 7,78%. Para a revisão de safra, a AgResource nota que o aumento de área de soja resultou em um aumento da área semeada da segunda safra de milho, e com a produtividade levemente ajustada para 93 sc/ha, deve resultar em uma produção de 85,07 milhões de toneladas, aumento de 1,48% em relação ao mês anterior”, conclui.