Publicidade
Publicado em 20/06/2022 08h47

Semana termina com paradeira do milho

Mercados com pouca movimentação no Paraná, mas preços em elevação.
Por: Leonardo Gottems

No mercado do milho do Estado do Rio Grande do Sul, a semana terminou com a paradeira no mercado de milho, sem negócios reportados, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Preços indicados por compradores, melhoraram em função do câmbio, e agora estão na faixa de R$ 93,00 CIF Ijuí, Frederico e Santa Rosa, R$ 94,00 Chapecó, R$ 96,00 Marau, R$ 97,00 Arroio do Meio. As ofertas no mercado local estão em R$ 94,00 e R$ 95,00 FOB interior, ou seja, muito distantes umas das outras. Preços de Balcão, em Panambi, mantiveram-se em R$ 82,00 ao produtor”, comenta.

“No caso da colheita de milho, a Emater informa que o cereal foi retirado de 97% da área. Outros 3% seguem em maturação. A safra gaúcha de milho teve uma quebra de 32,0%, segundo a Conab, passando de 4,39 MT para 2,98 MT e deverá importar 4,0 MT até a próxima safra, em dezembro”, completa.

Em Santa Catarina continuam os negócios no porto, que paga melhor. “Milhos saindo alguma coisa para o porto, já que os preços estão bem mais interessantes. Mas não muito volume porque os prazos são bem distantes ainda. Os negócios foram a R$ 97,50/saca, pagamento no final de agosto e meados de setembro, respectivamente. No mercado interno Campos Novos querendo vender a R$ 95,00 e compradores a R$ 92,00. A safra catarinense de milho teve um aumento de 8,3%, segundo a Conab, passando de 1,98 MT para 2,14 MT e deverá importar cerca de 5 milhões de toneladas para atender as suas necessidades”, indica.

Mercados com pouca movimentação no Paraná, mas preços em elevação. “Mercado bem parado, nesta sexa-feira entre feriado e fim de semana. Ouvimos negócios ao redor de 10.000 toneladas em todo o estado. Algumas ofertas FOB Sudoeste e Oeste a R$ 90,00m mas não encontraram comprador. Na Ferrovia indicação de R$ 89,00, com vendedores a partir de 91. No porto compradores a R$ 97,00/saca”, conclui.