Publicidade
Publicado em 15/03/2024 07h52

Conjunto agrícola torna preciso a aplicação de fertilizantes no canavial

O TXF-MB da FertiSystem destaca-se por sua facilidade operacional proporcionando aos canavicultores uniformidade e praticidade nas operações
Por: RuralPress - Assessoria de imprensa

Durante o ciclo de crescimento da cana-de-açúcar, são necessários alguns tratos culturais para garantir um bom desenvolvimento, entre eles destaca-se a aplicação de fertilizantes. Essa operação quando manejada de forma errada, além de ocasionar oscilação na produtividade das áreas, pode gerar ainda gastos elevados com adubação, aumentando os custos. Para proporcionar aos canavicultores ganho de eficiência nesse importante processo, com uma tecnologia simples e eficiente, a FertiSystem, desenvolvedora de tecnologias de plantio criou o conjunto TXF-MB.

A sigla TXF-MB significa “Taxa Fixa Mobile” e isso quer dizer que indiferente da velocidade de operação o sistema irá sempre depositar, com precisão, a quantidade de fertilizante desejada. “Independentemente da plantadeira que o produtor já possui, sendo moderna ou não, se ele deseja ter acesso a inovações com baixo investimento, o conjunto TXF-MB é a solução. A tecnologia é a porta de entrada para a agricultura de precisão pela facilidade operacional que proporciona”, diz Gabriel Menezes, especialista da empresa.

Ainda segundo o profissional, o aplicador de fertilizante elétrico é uma solução eficiente em quase todas as operações do manuseio da cana-de-açúcar. Ele vem como substituição de toda a parte mecânica (correntes e cardan) e também como alternativa aos tradicionais motores hidráulicos. Seu principal diferencial em relação às soluções existentes é o ajuste fino.

Sua compensação de velocidade mantém a distribuição precisa garantindo menor índice de variação na distribuição. “A tecnologia TXF-MB resulta em minimizar os fatores de oscilações e custos de adubação. Potencializando uma maior eficiência de distribuição, produtividade e melhor retorno financeiro ao produtor, algo muito diferente dos sistemas atuais similares”, destaca Menezes.

Conforme explica o especialista, tanto implementos a engrenagem quanto os hidráulicos apresentam grandes oscilações nas operações. Por exemplo, no primeiro caso, se a aplicação alvo desejada for de 300 kg/hectare, com os intervalos de engrenagem disponíveis na máquina, essa variação fica entre 270 kg ou 330 kg por ha. Conclusão, a diferença é de 30 kg por ha.          

Com o implemente hidráulico a variação é menor, porém ainda muito significativa no bolso do produtor. Devido a fatores como: oscilação de velocidade, viscosidade e fluxo de óleo contínuo (tratores pequenos podem não possuir ou não conseguir ter óleo suficiente operar o implemento), manutenção de mangueira e comando hidráulico do trator, pode haver uma oscilação de no mínimo 10% do alvo aplicado.

Por exemplo, se em uma área de 200 hectares, com dosagem de adubo de 500 Kg por ha, considerando essa porcentagem oscilação de10% por ha, a variação será de 10 toneladas de adubo. “Já a tecnologia TXF-MB da FertiSystem na cultura de cana-de-açúcar, vai proporcionar precisão, uniformidade, praticidade. O equipamento possui um sistema de baixíssima manutenção e que controla a rotação do eixo do dosador de adubo através de um motor elétrico comandado por um aplicativo de celular. Automaticamente ele vai te trazer agilidade e ganho de tempo na operação”, diz o profissional.

Facilidade de regulagem  

Entre as principais vantagens da tecnologia do TXF-MB é a praticidade da calibração. Em menos de cinco minutos o operador está com a máquina ajustada e pronta para começar. Este processo pode ser feito com o implemento parado e sem necessidade de puxar a máquina para aferir. Outra vantagem é o controle total e preciso através de um aplicativo de celular que o operador pode alterar a taxa de aplicação com poucos toques e de forma instantânea. “O manuseio é muito simples. Basta o operador calibrar e informar na tela inicial a quantidade de adubo que ele quer jogar, somente isso. O restante o sistema e automaticamente executa com extrema precisão”, completa Menezes.

Já para as usinas que terceirizam a operação, o TXF-MB pode ser também um importante aliado, principalmente contra inconformidades da operação.  Como é um sistema privado, que necessita de um login e senha, não há como pessoas não autorizadas ou má intencionadas acessarem o equipamento, desta forma, não tem como burlar o motor durante o manejo evitando desperdício dos insumos no canavial. “A nossa tecnologia dá essa confiança para o cliente, afinal, será aplicado na lavoura a quantidade programada sem oscilação”, finaliza o especialista.