Publicado em 29/10/2014 10h49

Frente fria promete chuva para o Sul e Sudeste até o fim da semana

No Centro-Oeste predomina calor e umidade, mas áreas de instabilidade avançam para os Estados produtores de grãos
Por: Canal Rural

cfolha

Sudeste

Nesta quinta, dia 30, áreas de instabilidade continuam atuando sobre o Sudeste e o tempo fica bem instável na maior parte da região. Apesar de constante, a chuva tem menor intensidade que nos últimos dias. O tempo fica firme apenas em São Paulo – exceto no oeste do Estado e no Vale do Paraíba, onde há previsão para pancadas de chuva. O frio do amanhecer diminui na faixa leste do Sudeste, e na parte da tarde as temperaturas se elevam bastante. Principalmente no oeste paulista e no Triângulo Mineiro.

Na sexta, dia 31, a chuva continua no Sudeste e atinge toda região. As mínimas se elevam um pouco, mas o destaque fica com a máxima que sobe muito no centro-oeste e norte paulistas, oscilando entre 33°C e 36°C. Apesar das temperaturas mais elevadas, a umidade não fica muito abaixo do ideal no interior paulista. No sábado, dia 1º de novembro, uma frente fria que ainda está no Sul do país provoca pancadas de chuva de moderada intensidade em São Paulo e no Rio. Tem previsão de chuva também para o sul de Minas e o Triângulo Mineiro. Nas outras áreas do Sudeste, as instabilidades diminuem, mas o tempo continua bem nublado e ainda podem ocorrer pancadas isoladas. As temperaturas não sobem muito na parte da tarde, em grande parte do Sudeste. Apenas no oeste do Estado de São Paulo é que faz calor e a sensação é de tempo mais abafado. A chuva continua também no decorrer dos próximos dias e o mês de novembro começa com tempo instável na região.

Sul

Uma frente fria que avança pelo Sul do país provoca chuva forte, com rajadas de vento e trovoadas no Rio Grande do Sul, principalmente no oeste gaúcho, Campanha e sul do Estado. Nas demais áreas gaúchas o tempo fica nublado e a chuva acontece com menor intensidade. Tem previsão de chuva fraca também no oeste do Paraná e em Santa Catarina. O frio continua no leste do Paraná e do Estado catarinense, mas apenas na parte da manhã. No decorrer do dia as temperaturas sobem rapidamente e faz calor em toda a região. O tempo segue bem instável no Sul e a chuva está prevista até pelo menos o começo da semana que vem.

Na sexta, as áreas de instabilidade se espalham pelo Sul e provocam chuva em grande parte da região. O risco para temporais é maior no oeste do Estado gaúcho. Só não há previsão de chuva no extremo sul do Rio Grande do Sul. As temperaturas baixas da parte da manhã ficam restritas apenas a áreas da serra catarinense. Mas a novidade mesmo é que no sul do Rio Grande do Sul as temperaturas vão diminuindo no decorrer do dia e a mínima só será dada no período da noite. Por outro lado, no norte paranaense os termômetros chegam aos 36°C durante a tarde. No sábado, uma frente fria continua atuando no Sul do país e provoca chuva forte no Rio Grande do Sul, principalmente na faixa leste do Estado. Há chance para temporais também no sul de Santa Catarina. As demais áreas da região sofrem influência deste sistema, mas a chuva prevista acontece com menores acumulados. As mínimas sobem na Serra Catarinense, mas no sul do Rio Grande do Sul e na Região da Campanha Gaúcha o dia começa com sensação de frio. Nestas áreas, a temperatura diminui ainda mais ao longo dia e na parte da tarde não deve passar dos 18°C.

Centro-Oeste

Na quinta-feira, o calor e a umidade continuam predominando no Centro-Oeste e as pancadas de chuva estão previstas para toda a Região. A sensação de calor é maior no Mato Grosso do Sul. Nos próximos dias, a passagem de uma frente fria pelo Sul do País vai influenciar o tempo no Estado sul mato-grossense. Este sistema vai trazer chuvas mais volumosas, além do risco de rajadas de vento.

Na sexta-feira, áreas de instabilidade atuam por toda Região e deixam o tempo instável. No interior de Goiás tem previsão de chuva mais intensa e no Mato Grosso do Sul, uma frente fria que está no Sul do País favorece as pancadas de chuva mais fortes. No sábado, uma frente fria no Sul do Brasil ajuda a organizar instabilidades à oeste da Região, que provocam pancadas de chuva com grandes acumulados no norte do Mato Grosso do Sul e no sul do Mato Grosso. Nas outras áreas o Centro-Oeste, o calor e a umidade são os responsáveis pelas pancadas de chuva que acontecem a qualquer hora do dia. As temperaturas ficam mais agradáveis durante a tarde na Região do Distrito Federal, mas nas outras áreas a sensação de calor predomina.

Nordeste

Na quinta-feira, áreas de instabilidade continuam provocando pancadas de chuva em grande parte da Bahia, no sul do Maranhão e do Piauí, além do litoral entre o Rio Grande do Norte e o Sergipe. O norte baiano e as demais áreas da Região seguem com tempo mais firme, apenas com nebulosidade variável. O calor continua no norte da Região, com temperaturas que superam os 36°C. A chuva da Bahia vai continuar até o fim de semana. Então, as instabilidades perdem força e o tempo fica mais firme.

Na sexta-feira, as instabilidades perdem força no sul da Bahia, mas ainda tem previsão para pancadas de chuva com fraca intensidade Chove também no oeste do Estado baiano, no sul do Maranhão, do Piauí e em todo litoral leste. As temperaturas seguem elevadas na parte da tarde, com máximas acima dos 36°C no norte do Maranhão e do Piauí. Já no sul da Bahia, as temperaturas não se elevam no decorrer do dia e máxima não passa de 24°C. Nos próximos dias o tempo fica mais estável na bahia, com chuva fraca apenas no sul do Estado. As demais áreas têm nebulosidade variável e predomínio de sol. Faz muito calor no norte da Região.

Norte

Na quinta-feira, as pancadas de chuva com maiores acumulados atingem a faixa oeste da Região. Já no Tocantins e em grande parte do Pará, a chuva é mais isolada. Só não chove mesmo no norte paraense e no Amapá. As temeperaturas continuam elevadas no interior da Região e a sensação de tempo mais abafado acontece na parte da tarde.

Na sexta-feira, a chuva se concentra em Rondônia, no Acre, no Amazonas, Tocatins, Roraima e grande parte do Pará. Apenas na faixa norte deste estado e no Amapá é que o tempo fica firme. As temperaturas do amenhecer ficam elevadas na Região de Manaus e, durante a tarde, faz calor em todo Norte. A tendência pros próximos dias é que a chuva continue distribuida desta maneira pelos Estado, sempre com maiores acumulados à oeste da Região. O calor continua no interior do norte, com temperaturas que superam os 36°C.

Comente essa notícia